sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Top 100 - música #98


O casal de americanos Art & Dotty Todd já tinham aparecido na mídia cantando "Broken Wings" em 1953, mas nada comparado ao sucesso que teriam cinco anos depois, quando eles foram abordados na rua por um então desconhecido, Wayne Shanklin, que profetizou: "Eu tenho uma bela canção com a qual vocês farão grande sucesso".
Eles gravaram o que seria apenas um demo e levaram para a gravadora Era Records que, sem titubear, o transformou num hit e o casal arrumou um contrato permanente na requintada casa Chapman Park Hotel de Los Angeles.
Mais tarde vinte anos, Chanson D'Amour voltou às paradas de sucesso em vários países do mundo, especialmente EUA e Reino Unido, com a gravação do grupo The Manhattans Transfer. Daí em seguida, muitos outros intérpretes a regravaram, imprimindo diferentes estilos, dentre os quais eu destaco a apresentação da Orquestra de Andre Rieu em Toscano, Itália, na ocasião da gravação do maravilhoso DVD "Romantic Paradise", em 2004).




A letra original de "Chanson D'Amour" é um muito simples — como deveria ser simples todo romance:

Chanson d'amour, play encore.
Here in my heart, more and more.
Chanson d'amour, I adore.
Each time I hear
Chanson, chanson, d'amour.
O título em francês é certamente uma referência à boemia parisiense, muito em voga naquela época  conforme retratava o cinema daquela França —, desde que Paris se gaba ser a cidade mais romântica da Terra.
Assim, como diz a letra, muitos casais dançaram e suspiraram exclamando "toque Chanson D'Amour, toque mais e mais".

CHANSON D'AMOUR

CANÇÃO DE AMOR

Chanson d'amour
Canção de amor
Play encore
Toque novamente
Here in my heart

Aqui, no meu coração
More and more
Mais e mais

Chanson d'amour
Canção de amor
I adore
Eu adoro
Each time I hear
Cada vez que ouço
Chanson, chanson d'amour
Canção, canção de amor

* * *

A minha música romântica internacional número 97 é uma ode à paixão submissa e bem sucedida. E isso é realmente possível?
Veremos...