sexta-feira, 21 de março de 2014

A música mais famosa e mais cantada no mundo

Você sabe qual é a música mais famosa e mais cantada no mundo?
A resposta é...

"HAPPY BIRTHDAY TO YOU", o nosso tradicional "PARABÉNS PRA VOCÊ", em português, ou o equivalente ao respectivo idioma para cada país. Aliás, há algum nessa vida que nunca tenha, ao menos, balbuciado essa canção em uma comemoração de aniversário?
Difícil acreditar nisso.
A propósito, você conhece a origem desse cantiga?

A versão original
O hit popular foi criado nos Estados Unidos em 1875 pelas irmãs Mildred e Patrícia Hill, professoras primárias da cidade de Louisville, no estado de Kentucky. Elas compuseram uma pequena quadra chamada "Morning to al" (Bom dia para todos) para cantar com os alunos pela manhã, antes do início das aulas.


Mildred & Patty Hill
Após cinco décadas, em 1924, uma editora de música norte-americana lançou o livro de  partituras  "Celebration Songs" e "pegou emprestada" a melodia das irmãs para criar uma música que seria cantada em festas de aniversários. Assim, nasceu o "Happy Birthday To You" (Feliz Aniversário para Você).


A letra original era composta de um verso apenas, em que havia a repetição por quatro vezes do "happy birthday to you", sendo acrescentando o nome do aniversariante na terceira repetição no lugar do "to you". A popularização mundial da música ocorreu em 1933, quando uma peça teatral da Broadway utilizou a canção.

Segue na janela abaixo um vídeo com o tradicional "HAPPY BIRTHDAY TO YOU".



A seguir, uma divertida animação com os Minions (do filme "MEU MALVADO FAVORITO") e um moderno "HAPPY BIRTHDAY TO YOU".


O concurso e a versão Brasileira
O Almirante
Em 1942, o cantor Almirante, pseudônimo de Henrique Fóreis Domingues, que apresentava um programa na Rádio Tupi do Rio de Janeiro, resolveu promover um concurso para escolher uma letra em português da canção.
A música da compositora Bertha de Mello, que era farmacêutica e poetisa em Pindamonhangaba, também no Vale do Paraíba, foi escolhida entre cerca de cinco mil letras  por uma comissão julgadora formada pelos membros da Academia Brasileira de Letras. Dentre os avaliadores estava Cassiano Ricardo, poeta de São José dos Campos.
"Ela contava que soube do concurso e estava pensando em escrever a letra, aí um dia o rapaz que trabalhava perto do sítio disse que iria para a cidade e se ela queria alguma coisa. Daí ela escreveu o 'Parabéns' em cinco minutos e deu para ele colocar no Correio", relembra a neta. Bertha também tem poesias publicadas e já teve uma canção gravada pelo músico Rolando Boldrin. Ela morreu aos 97 anos e está sepultada em sua cidade natal.

O protesto da família
Só tem um detalhe a considerarmos sobre a versão brasileira, sendo hoje um motivo de protesto ferrenho da família: a letra está sendo cantada erradamente, conforme matéria publicada no Portal G1.
Não peça para a comerciante Eliana Homem de Mello Prado, de 54 anos, puxar o coro do "Parabéns a você" em algum aniversário. Moradora de Jacareí (SP), a neta de Bertha Homem de Mello – autora da versão brasileira da canção – não canta a música, criada há 70 anos, em respeito à avó falecida em 16 de agosto 1999 "porque todo mundo canta a letra errado".


Neta autora Parabéns a Você Jacareí Homem de Mello (Foto: Márcio Rodrigues/G1)
Eliana exibe disco com a gravação do 'Parabéns a Você'. 
Segundo ela, dois dos versos da canção original são alterados nas festas de aniversário pelo país. Em vez de "Parabéns pra você" deveria ser cantado "Parabéns a você"; e o verso "Muita Felicidade" é constantemente alterado para o plural "Muitas felicidades".

"Minha avó ficava louca da vida quando ouvia o cantar da letra errado, porque ela sempre foi muito vaidosa. Então, eu não me permito cantar do jeito errado. No trecho da música 'é pique' eu começo a cantar, mas antes eu não canto", brinca.


Autora Parabéns a Você ao lado da filha Jacareí (Foto: Arquivo Pessoal)
Bertha (de marrom) ao lado da filha.
'Ela era o xodó da minha avó', conta neta. (Foto: Arquivo Pessoal)
Arrecadação de direito autoral
A música continua sendo uma das mais executadas em todo o país, segundo o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), órgão responsável pelo recolhimento de direitos autorais. Por ser uma canção que tem autoria, o "Parabéns a Você" recolhe dinheiro dos direitos autorais sempre que é executada publicamente ou usada em filmes, novelas e programas de rádio e TV, assim como quando é gravada.
Segundo dados do Ecad, o "Parabéns a Você" está há quatro anos consecutivos entre as duas primeiras músicas mais executadas nos segmentos Música Ao Vivo e Salão de Festas. O órgão, porém, não divulga o número de execuções e nem os valores arrecadados anualmente. O repasse à família, que preferiu manter o valor em sigilo, é feito mensalmente.

Atualmente, a família recebe 16,66% de tudo que é arrecadado pelo Ecad pelas execuções da canção no Brasil. Os 83,4% restantes são divididos igualmente entre a editora Warner Chappell – detentora da música original – e os herdeiros das autoras americanas.
Disco Feliz Aniversário, que lançou o Parabéns a Você no Brasil. Autora é de Pindamonhangaba (Foto: Márcio Rodrigues/G1)
Disco 'Feliz Aniversário',
que lançou a música no Brasil.
(Foto: Márcio Rodrigues/G1)
Em razão do sucesso da letra, Lorice Homem de Mello, a filha de Bertha Homem de Mello, mãe de Eliana, que tem deficiência auditiva e visual, conta com a ajuda de três cuidadores. "Minha mãe era o xodó da minha avó e graças a Deus esse legado que ela deixou, também no aspecto financeiro, tem sido revertido totalmente para cuidar da minha mãe", assegurou. A mãe de Eliana vive até hoje na casa onde a autora morou por mais de quatro décadas em Jacareí.
Para Eliana, a composição é um legado que Bertha deixou para a família. "É algo importantíssimo. É impossível ir a algum aniversário e não lembrar da minha avó. É marcante. É o orgulho de toda família e especialmente da minha mãe. Quando meus filhos contam que a bisavó foi quem escreveu a letra, a maioria das pessoas não acredita", afirma.

Coautor?
Em uma reportagem da TV Globo de 23 de março de 1997 é possível ver realmente que Bertha Homem de Mello gostava que a letra fosse cantada de forma correta. Assista o vídeo abaixo.
Mas durante mais de três décadas a autora da versão nacional ficou sem receber metade dos direitos autorais. Isso porque em 1978 o produtor musical Jorge Gambier firmou um contrato com Bertha Celeste por acrescentar mais quatro frases na canção.
A quadra criada por Gambier, que continuava o tradicional "Parabéns", seguia a mesma melodia e tinha os seguintes versos: "A você muito amor / E saúde também / Muita sorte e amigos / Parabéns, parabéns". Segundo a família, Jorge disse à época que produziu um disco infantil na década de 1970 e queria gravar a canção, mas como a letra era curta ele pediu autorização à editora para completá-la e foi informado que deveria firmar um acordo com a então autora da música.
A situação só foi resolvida no final de 2009, quando um advogado contratado pela família de Bertha conseguiu que a editora Warner retirasse Gambier como coautor. Na época houve um "ajuste de crédito" dado à família pelo tempo que os direitos ficaram divididos. Desde então, a herdeira de Bertha recebe a parte que lhe cabe (os 16,66%).
Como 'nasceu' o Parabéns
A música mais cantada em todo o mundo foi criada nos Estados Unidos em 1875 pelas irmãs Mildred e Patrícia Hill, professoras primárias da cidade de Louisville, no estado de Kentucky. Elas compuseram uma pequena quadra chamada "Morning to al" (Bom dia para todos) para cantar com os alunos pela manhã, antes do início das aulas.
Após cinco décadas, em 1924, uma editora de música norte-americana lançou o livro de  partituras  "Celebration Songs" e "pegou emprestada" a melodia das irmãs para criar uma música que seria cantada em festas de aniversários. Assim, nasceu o "Happy Birthday To You" (Feliz Aniversário para Você).

A letra original era composta de um verso apenas, em que havia a repetição por quatro vezes do "happy birthday to you", sendo acrescentando o nome do aniversariante na terceira repetição no lugar do "to you". A popularização mundial da música ocorreu em 1933, quando uma peça teatral da Broadway utilizou a canção.
Então, como incentivo para cantarmos corretamente, segue um exemplo de "PARABÉNS A VOCÊ", em bom português (de Portugal):




Adiante, outras versões interessantes: