sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Top 100 — música #20

A nossa indicação para a posição #20 da nossa lista top 100 das melhores canções românticas internacionais é uma velha música, de 1968, e provavelmente é desconhecida por muitos que acompanham nossa seleção, mas para estes, certamente, será uma grande — e agradável  surpresa, pois se trata de uma composição apaixonante: "F... COMME FEMME", de Adamo.
Salvatore Adamo nasceu na Itália, mas ganhou fama internacional cantando em francês, cujos principais sucessos são "INCH'ALLAH", "C'EST MA VIE" e, claro, "F... COMME FEMME" (clique aqui e veja Adamo em concerto), o título que destacamos aqui.
Eis uma composição que é poesia pura e das mais românticas.
A letra discorre sobre a estória de um homem que pensa ter encontrado uma mulher interessante e acaba, pelas sutis amarras próprias de uma fêmea, por descobrir que ela não era apenas uma mulher interessante, mas "a mulher", "a fêmea".
Simplesmente apaixonante:



"F... COMME FEMME"
"F DE FÊMEA"

Elle est éclose un beau matin
Ela desabrochou numa bela manhã
Au jardin triste de mon cœur
No jardim triste do meu coração
Elle avait les yeux du destin
Trazia os olhos do destino
Ressemblait-elle à mon bonheur
Ela parecia minha felicidade
Oh, ressemblait-elle à mon âme
Ah, ela se parecia com minha alma
Je l'ai cueillie, elle était femme
E eu a colhi, ela era mulher
Femme avec un F rose, F comme fleur
Fêmea como F rosa, como flor

Elle a changé mon univers
Ela transformou meu universo
Ma vie en fut toute enchantée
Encantou toda a minha vida
La poésie chantait dans l'air
A poesia cantava no ar
J'avais une maison de poupée
Eu tinha uma casa de bonecas
Et dans mon cœur brûlait ma flamme
E em meu coração ardia uma chama
Tout était beau, tout était femme
Tudo era belo, tudo era aquela mulher
Femme avec un F magique, F comme fée
Fêmea como um F mágico, como F de fada

Elle m'enchaînait cent fois par jour
Ela me encantava mil vezes por dia
Au doux poteau de sa tendresse
Com o doce arrimo de sua ternura
Mes chaînes étaient tressées d'amour
Minhas cadeias foram transadas pelo amor
J'étais martyre de ses caresses
Eu era mártir de sua ternura
J'étais heureux, étais-je infâme?
Eu era feliz, eu seria um infame?
Mais je l'aimais, elle était femme
Mas eu a amava, ela era mulher

Un jour l'oiseau timide et frêle
Um dia, o pássaro tímido e débil
Vint me parler de liberté
Veio me falar de liberdade
Elle lui arracha les ailes
Ela arrancou-lhe as asas
L'oiseau mourut avec l'été
O pássaro morreu como o verão
Et ce jour-là ce fut le drame
Naquele dia fez-se o drama
Et malgré tout elle était femme
E, apesar de tudo, ela era mulher
Femme avec un F tout gris, fatalité
Fêmea como um F todo cinzento de fatalidade

À l'heure de la vérité
Na hora da verdade
Il y avait une femme et un enfant
Havia uma mulher e uma criança
Cet enfant que j'étais resté
Aquele menino em que eu me convertera
Contre la vie, contre le temps
Contra a vida, contra o tempo
Je me suis blotti dans mon âme
Estou encolhido dentro de minha alma
Et j'ai compris qu'elle était femme
E compreendi que ela era "a mulher"
Mais femme avec un F aîlé, foutre le camp
Mas mulher com um lado F maduro de uma fruta do campo

* * *

Uau! Estamos a duas dezenas de fechar nossa listagem.
E na próxima indicação, mais uma tijolada romântica.